Espécies Nativas

Oiti da praia – Licania tomentosa

Oiti da praia - Licania tomentosa

Licania tomentosa (Benth.) Fritsch.

Sinon.: Moquilea tomentosa Benth., Pleragina odorata Arruda ex Koster.

Família: CHRYSOBALANACEAE

 Nomes comuns: oitizeiro, morcegueira, guaiti, oiti-cagão, oiti-mirim.

CARACTERÍSTICAS GERAIS 

Árvore com até 20 m de altura, de copa muito frondosa e atraente. Folhas simples, alternas, elípticas, lanceoladas, pilosas em ambos os lados quando novas, tornado-se glabras, a pilosidade se destaca quando esfregamos a folha. Flores pequenas e brancas. Fruto drupa de epicarpo carnoso, forma oval, com cerca de 5 cm de comprimento quando maduro, com uma semente grande envolta em massa amarela, pegajosa e fibrosa, aroma agradável e saborosa, com casca amarelada quando maduro.

OBSERVAÇÕES ECOLÓGICAS E OCORRÊNCIA

Espécie perenifólia. Ocorre do Piauí até a Bahia, característica da floresta de restinga do nordeste e amplamente cultivada nas demais regiões.

USOS MAIS FREQUENTES

Espécie bastante cultivada em virtude de seus frutos comestíveis, com amêndoas ricas em óleo. Essa espécie tem sido muito usada no paisagismo e principalmente para arborização de calçadas. Sua madeira pode ser utilizada na construção civil e obras hidráulicas.

Flor:  Julho a setembro. 

Fruto: Janeiro a março.

Fonte: esalq.usp.br/trilhas/fruti/fr19.htm
Fotos: Gilberto Vasconcelos

Sobre o autor

Gilberto Vasconcelos

Viveirista florestal

Deixe um comentário